o chamado

São Paulo tem mais de 300 rios enterrados.

Há um rio enterrado há aproximadamente 200 metros de distância de onde você estiver.

Isso acontece na maioria das cidades do Brasil e da América Latina.

a missão

A Cidade Azul convoca as escolas a descobrir o rio que passa por baixo delas.

E o que é descobrir um rio enterrado?

É saber

que ele existe!

É honrar sua

existência!

É espalhar

a notícia!

nature-based learning

 

A Cidade Azul propõe um aprendizado baseado na natureza e através de vivências reais.

Convidamos as escolas a alinharem suas disciplinas à nossa missão.

Queremos unir teoria, prática e propósito.

Vamos entender a geografia dos rios

Vamos contar a história dos rios

Vamos honrar os rios por meio da arte

Vamos transformar o olhar sobre os rios criando novas narrativas

Vamos mudar o curso dos rios propondo soluções inovadoras

primeiro passo: descobrir

 

Saímos pela rua numa expedição para descobrir por onde ele passa no mundo real, mesmo que esteja enterrado. Há pistas a serem seguidas, como o relevo e a vegetação. Ah! E é importante tembém descobrir também a qual microbacia ele pertence.

segundo passo: honrar

 

O segundo passo é trazer o rio à superfície, no coração das pessoas.

Vamos preparar uma homenagem ao rio, através da arte, e convidar a todos da comunidade para conhecerem o novo (ou será antigo?) integrante.

desenvolvendo comunidades

 

Após o descobrimento do rio e da microbacia a qual ele pertence, é hora de convidar a vizinhança para que ela também o conheça.

Vamos preparar um evento que reúne arte, música, bate-papos e uma nova expedição, claro, só que agora convidando os pais, parentes e vizinhos.

Aliás, sabia que a microbacia é como um bairro?

Microbacia é uma área geográfica delimitada por divisores de água (espigões), drenada por um rio ou córrego, para onde escorre a água da chuva.

terceiro passo: espalhar

 

O terceiro passo é contar para o maior número de gente que o rio descoberto existe. Vamos fazer isso criando vídeos que contam a história do rio e o evento, e compartilhar nas nossas redes. Quanto mais pessoas souberem, mais chances dele renascer de verdade!

criando novas narrativas

 

Vivemos em uma época onde é essencial criar e difundir novas narrativas. 

Narrativas que irão transformar a realidade.

Até 2020, 80% do tráfego de dados da internet será fazendo uso de vídeos.

É importante que esse tráfico seja de conteúdo relevante e bem estruturado.

Criar narrativas audiovisuais nos ensina a:

Estruturar o pensamento

Pensar fora da caixa

Escrever

Apurar o senso estético

Transformar o olhar sobre o mundo

Trabalhar em equipe, de forma colaborativa